A tecnologia a favor da humanidade

Empreendedores globais se reuniram na London Tech Week 2017. Durante uma semana no mês de junho, vários eventos tomaram a cidade para celebrar a indústria da tecnologia.  

O debate sobre o sentido de ética e responsabilidade no uso da Inteligência Artificial (IA) e outras inovações permeou a apresentação das novidades. Confira nossos destaques:

Man & Machine: A Human vs Machine – a exposição de pop-up, organizada pelo site de notícias The Drum e agência de mídia Tug, reflete sobre os desafios, as oportunidades e as tensões filosóficas,  da IA, mostrando como cada vez mais essa tecnologia faz parte da vida cotidiana.

DCL9isQXkAAlNcN

“O valor humano está mudando”, disse John Ridpath, chefe de produto da empresa de educação em Tecnologia Decoded. “A produtividade é para robôs – na verdade, os seres humanos são bons é em perder tempo. No entanto, criatividade, inovação e habilidades sociais estão mais importantes do que nunca. Para sobreviver, precisamos de uma revolução educacional – e a aprendizagem ao longo da vida é a única maneira de sobreviver na era da automação”.

 

IA e Humanidades: O consultor e futurista que vive em Londres, Adah Parris,  analisou como tecnologia e IA pode aumentar as nossas capacidades e resolver desafios humanos. “A forma como nos reportamos à tecnologia é na imagem um telefone celular, mas, na verdade, um piano também pode ser uma tecnologia”, disse ela. “A tecnologia é simplesmente arte, artesanato e processo. Temos de começar a pensar sobre como tecnologia pode mudar o mundo, a partir de uma perspectiva humana”.

Pete Trainor, fundador da agência digital focada no ser humano Nexus CX, ressaltou a necessidade de “a IA abraçar as condições humanas básicas”. O “apoio emocional” da Nexus, o chatbot Su, atualmente no modo piloto, é um “sistema de suporte de vida” para ajudar pessoas em risco de suicídio. O aplicativo utiliza a aprendizagem de máquina para conversar de forma inteligente, responder perguntas e interagir os usuários, enviando mensagens motivadoras de valorização da vida.

O gerente de marketing de produto da Microsoft , James Murray, enfatiza o compromisso da marca em usar IA para ajudar a humanidade. Em maio, o diretor de Inovação da empresa, Haiyan Zhang, inventou a Emma Watch um dispositivo usado como pulseira que visa reduzir significativamente os tremores dos membros quase constantes associados com Parkinson. O dispositivo envia vibrações do pulso ao cérebro para reduzir os tremores musculares.

Tempo bem gasto (well spent time)

Criado por pensadores, design, filósofos e os ex-funcionários do Google Tristan Harris e James Williams, o well spent time é um movimento sem fins lucrativos com o intuito de sensibilizar os consumidores sobre como a tecnologia e os dispositivos móveis podem capturar o máximo possível de sua atenção, sem perceber que a utilização constante destes dispositivos pode impactar sua qualidade de vida. “O YouTube e seus vídeos com reprodução automática, as notificações incessantes do Instagram e mesmo o Snapchat te incita a não querer perder nenhuma atualização, o tempo todo”, informa o texto de apresentação do movimento.

A iniciativa espera trazer “integridade moral de design de software”, dissociar tempo de visualização de lucros, e persuadir o mundo da tecnologia para nos ajudar a soltar mais facilmente de seus dispositivos. “São necessárias novas classificações, novos critérios, novos padrões de design, novos padrões de certificação”, disse Harris. “Queremos provar que existe uma maneira de medir o impacto do conteúdo do conteúdo digital que não seja baseada no vício”.

*Com informações de Stylus

Print Friendly, PDF & Email

POSTS RELACIONADOS

Cinco destaques da CES 2019: as tendências que já ...
views 157
Cidade conhecida por seus cassinos, shows e artistas covers extravagantes e casamentos-relâmpagos, a capital do entretenimento Las Vegas foi, até a última sexta-feira, 11 de janeiro, a capital da tecnologia. O motivo? Mais uma edição anual da Consumer Electronics Show (CES), a mais relevante feira d...
Dez tendências que vão influenciar o mercado de mo...
views 193
Em 2019, as empresas que alcançarão mais sucesso são as estiverem dispostas a desenvolver novas formas de fazer e vender moda, porque algumas das estratégias antigas simplesmente não funcionam mais. Essa é uma das apostas do relatório “The State of Fashion”, realizado pela consultoria McKinsey&a...
Sete tendências para o mercado e a tecnologia em 2...
views 136
A tecnologia e seus avanços exercem cada vez mais influência sobre a emoção e o comportamento das pessoas. Essa é uma das constatações do Relatório de Tendências da Ford (clique aqui para baixar o relatório, em inglês). Para 2019, o estudo encomendado pela empresa aponta que as pessoas buscarão mais...
Inteligência artificial já consegue detectar Alzhe...
views 56
Um novo estudo realizado por pesquisadores da Universidade da Califórnia mostra que inteligência artificial pode acelerar o diagnóstico de Alzheimer, ajudando assim no tratamento precoce da doença. A pesquisa, publicada na Radiology, usou um tipo de mapeamento cerebral com um algoritmo de aprendi...
Aplicativo promete o fim do jet lag
views 271
A startup americana Uplift lançou um aplicativo que ajuda os viajantes a aliviar o jet lag naturalmente. Com base na pesquisa de acupressão e neurociências, o aplicativo oferece tutoriais em vídeo que mostram aos usuários como ativar os pontos-chave envolvidos na configuração dos ritmos circa...

Divulgado no TrendNotes por: Mariana Carvalho

Uma carioca com alma cigana. Viciada em viajar, sente-se em casa em qualquer lugar do mundo. Adora conhecer outras culturas e por conta disso, morou na Austrália, EUA e passou um tempinho na Ásia. Amante das artes, é fotógrafa nas horas vagas, e curiosa por vocação, além de acreditar em sincronicidade e se achar super entendida em astrologia.

já postou 82 vezes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *